Biopolíticas no Século XXI V. 2

Augusto Jobim do Amaral, Cássia Zimmermann Fiedler, Evandro Pontel, Isis Hochmann de Freitas, Jair Tauchen, Nuno Castanheira (Organizadores)

No decorrer de 2021, entre os meses de outubro e novembro, ocorreu a segunda edição do Congresso Internacional Biopolíticas no século XXI, demarcado por um contexto pandêmico, do qual emerge a presente obra. Diante desse cenário, o evento buscou ser um espaço de interlocução e de diálogo sob perspectivas multi, inter e porque não indisciplinares, tendo como eixo articulador as temáticas biopolíticas, embora suas diversificadas matizes, concepções e abordagens possíveis. Nesse sentido, esse espaço de debate e de reflexões acerca da condição humana em tempos de pandemia global visou a tematizar como a vida é tocada e gerida pelos dispositivos de poder, os modos como é moldada e administrada no interior das sociedades – enquanto urgência de posição crítica, condição de possibilidade de resistência, potência criativa que permita visibilizar novos modos de vida e formas de organização para além do estatuído, enquanto indicativo de um por vir. Portanto, o “ainda-não” enquanto utopia – o pensamento tocado como tarefa capaz de lançar luzes sobre os mais distintos panoramas e contextos sociais emergentes. Agradecemos, por fim, aos envolvidos tanto no Congresso quanto na edificação dessa obra, a cada um e a cada uma que dedicou seu tempo para que fosse trazida a lume.

142p.

ISBN – 978-65-81110-79-6 

DOI: https://doi.org/10.36592/9786581110796